Inquérito de Cobertura Vacinal

Liderado pelo Professor Doutor José Cassio de Moraes, do Departamento de Saúde Coletiva da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, com financiamento do CNPq (Processo nº 404131/2019‐0), o Inquérito de Cobertura Vacinal (ICV) está sendo realizado pela SCIENCE em 20 capitais brasileiras: Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, João Pessoa, Macapá, Maceió, Natal, Palmas, Recife, Rio Branco, Rio de Janeiro, São Luís, Teresina e Vitória.

O ICV tem como principal objetivo estimar a cobertura vacinal da população de crianças nascidas vivas nos anos de 2017 e 2018 nos 20 municípios indicados, o que exige a realização de entrevistas domiciliares em uma amostra representativa de 23.400 domicílios com crianças elegíveis. O ICV vai também permitir conhecer a opinião dos responsáveis sobre a necessidade ou não de vacinar as crianças e obter fotografias das cadernetas de vacinação das crianças, para avaliar o cumprimento do calendário vacinal do Programa Nacional de Imunização (PNI).

A principal motivação do ICV é tentar diagnosticar as causas da queda na cobertura vacinal que vem sendo observada pelos registros do PNI e que tem causado o retorno de doenças antes consideradas erradicadas no Brasil.

O ICV é organizado como um inquérito multicêntrico, tendo um coordenador em cada estado, auxiliado por bolsistas do inquérito e por técnicos responsáveis por digitar as datas das vacinas de cada criança a partir das fotografias tiradas.

A equipe de coleta da SCIENCE utiliza um sistema de entrevistas estruturadas aplicadas com dispositivos móveis de coleta. O sistema transmite os dados e fotografias de forma criptografada para o centro de apuração. O ICV utiliza ainda um sistema online de digitação das datas das vacinas, a partir das fotografias que são apresentadas na tela do computador do digitador e gravadas no banco de dados do inquérito.

Newsletter